mandioca001

Diferença entre a mandioca e o aipim

mandioca001

Existe uma importante diferença entre a mandioca e o aipim que você provavelmente não sabe.

Pelo país é fácil ouvir vários nomes para a mesma raiz: macaxeira, mandioca, aipim, maniva, etc.

Poucos sabem que a mandioca é venenosa, ou melhor, a mandioca braba é bem diferente da mandioca mansa (ou macaxeira). A mandioca venenosa contém uma substancia chamada cianídrico e por isso não deve fazer parte do consumo familiar.

Esse ácido possui um íon que combinado com o ferro, no sangue humano e de animais bloqueia a recepção do oxigênio, causando sufocamento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E porque se confunde com a mandioca?

A mandioca é consumida sem causar a morte, mas para isso, ela precisa passar por vários processos que eliminam o ácido cianídrico.

A partir da mandioca podemos obter a farinha  (que consumimos no dia-dia), a goma, a tapioca, a puba (pra fazer o bolo chamado de carimã) e o tucupi.  Pelo menos, esses são os nomes aqui no meu estado.

A mandioca não deve ser cozida como fazemos com o aipim. Por isso é preciso identificar a planta que tem características físicas bem parecidas.

O que se vende nos supermercados é o aipim próprio para consumo, mas se você for numa zona rural, com plantações de aipim e mandioca, não saberá distinguir a planta.

É por isso que o aipim  destina-se ao consumo familiar, enquanto a mandioca é usada pelo setor agroindustrial.

Como tinha citado, a mandioca também é prejudicial aos animais. Para que o gado (por exemplo) consuma o produto é preciso cortar a raiz e secá-la ao sol, para que a toxina evapore.

Eu ainda não aprendi a diferenciar a planta apenas com os olhos, apesar de ter convivido com ela durante toda a minha vida (tenho um pé na roça). Minha mãe faz o cultivo da planta e vende para pessoas especializadas em fazer a famosa farinha. Vou pedir umas aulinhas e depois explico pra vocês!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

41 comentários sobre “Diferença entre a mandioca e o aipim

    1. Olá Rodrigo! Obrigada pela sua visita e comentário. Ainda não tive a oportunidade de ir até o interior e fotografar as imagens, mas já que você está interessado, solicitarei a uma prima que faça as fotos e mande pra mim. Postarei em breve!

  1. MEUS PARABÉNS! Até que enfim, um artigo que fale a verdade!

    Eu sou paraense, e fico muito PUTO quando eu vejo artigos dizendo que a diferença entre macaxeira e mandioca está apenas no nome regional! Para esses otários eu desejo um copo bem cheio de TUCUPI CRU!

    1. kkkkk concordo , onde eu moro ja fiz apostas pra declarar de vez que aipim é diferente de mandioca e eles pararem de falar errado , que saco , vou dar mandioca pra eles comerem ai eles aprendem rapidinho. hahaha Publicação mais que necessária .

      1. Suzana, aqui na minha região nos conhecemos assim: Mandioca brava e Mandioca mansa, a brava o nome já indica, não serve para ser cosida e sim para fazer farinha. A diferença esta nas folhas, a brava tem as folhas mais finas e compridas e a mansa tem as folhas mais grossa, conhecemos também como mandioca pão.

      2. Foi feito abaixo, no website ( disto eu pouco entendo, incluindo os nomes. Pensei que o comentário era para ser feito lá. Se puder transfiram, acredito que vale como informação e avertencia.

    2. Caro Kennedy, não devia ficar tão bravo. Quem nasce Minas Gerais ou em São Paulo cresce conhecendo macaxeira pelo nome de mandioca. Aqui a macaxeira sempre se chamou e continuará se chamando mandioca. Não dá pra xingar uma pessoa de otária por isso… ela aprendeu assim! Pode ser que para essas bandas de cá não tenha as duas espécies, por isso não foi necessário saber diferenciar uma da outra.

    3. kkkkkkk, sou do amazonas, a diferença entre mandioca e macaxeira (aipim), é que a mandioca é tóxica, é utilizada para fazer farinha, tucupi, tapioca etc, não se pode consumir in-natura, já a macaxeira (aipim), não é toxico, podendo ser consumido in-natura, geralmente a cor da massa é branca, tendo variação amarela (macaxeira manteiga).

  2. Existe uma importante diferença entre a mandioca e o aipim. Pelo país é fácil ouvir vários nomes para a mesma raiz: macaxeira, mandioca, aipim, maniva, etc.

    Poucos sabem que a mandioca é venenosa! Ou melhor, a mandioca braba é bem diferente da mandioca mansa (ou macaxeira). A mandioca venenosa contém uma substancia chamada cianídrico e por isso não deve fazer parte do consumo familiar.

    Esse ácido possui um íon que combinado com o ferro, no sangue humano e de animais bloqueia a recepção do oxigênio, causando sufocamento.

  3. A MANDIOCA É UMA RAIZ, MAS NÃO É COMESTIVEL COMO A MACAXEIRA. SE NÃO SOUBER PREPARAR A MANDIOCA, A PESSOA É CAPAZ DE MORRER.
    A MANDIOCA É PREPARADA PARA FAZER A FAMOSA FARINHA DE MESA. NÃO SE DEVE COMER IGUAL A MACAXEIRA/AIPIM.

    1. De uma certa forma, foi o que eu disse Francisca. A mandioca se como, contudo só após processos químicos. Obrigada pelo seu comentário.

      1. Gostei muito do artigo, estava pesquisando Escondidinho de carne seca e nas receitas eles só colocam o nome mandioca nos ingredientes, fiquei curiosa aí encontrei essa página. Tá de Parabéns!

  4. O Artigo é bastante interessante mas não responde a minha curiosidade pois as informações citadas são ótimas . Eu gostaria de saber identificar através da planta ou seja das folhas como diferenciar uma da oura Mandioca e Macaxeira

  5. Uma diferença entre mandioca e aipim é constatada ao cortar. O aipim solta facilmente a casca, enquanto na mandioca a poupa não se separa da casca, sendo bem mais trabalhoso o processo.

  6. A mandioca pode sim ser consumida pelos animais, não a mandioca braba, mas a simples sim. A diferença entre o aipim e a mandioca está justamente na folha. A folha da mandioca é mais avermelhada e larga/oval e a do aipim a folha é comprida e bem verdinha. O caule da mandioca tem a cor avermelhada como a folha e a do aipim o caule é bem clarinho.
    Fui criada em engenho de farinha, meus pais nos ensinaram muito bem, Lidávamos com a mandioca e o aipim e nunca tivemos problemas, pois fomos bem orientados. Com a mandioca fazíamos a farinha, polvilho doce e azedo bem como o biju e o cuccus… ô delícia..
    Maria Scarabelot Kobylarz..

  7. E fácil. Aipim palavra usada só na bahia. a palavra usada mandioca usada em todo Brasil, Macaxeira usada no nordeste manos Bahia; Aipim, pode comer cozida e se faz o bôlo de a na época das festas junina no Nordeste. Se você cozinhar uma mandioca fica dura, não serve para comer e nem fazer bolo. as folhas delas as veias na folhas fica vermelhas, no aimpim e verde claro, Se você cortar a raiz da mandioca crua e por na boca, é amarga e fica com sessação de dormente, no caso se for no aimpim, não é amarga. quando cozida a raiz ele fica mole que pode comer com carne assada, é uma delícia. O aimpim, o melhor -e o cacau, aimpim manteiga. A mandioca a sarongozinha, casca branca, ou casca preta é venenosa. faz farinha e tira a tapioca ( é uma goma) a agua ou tucupi na Pará, é venenosa, se os animais beber morre rapidinho.

  8. Poste muito interessante , nao sabia se quer que existe diferença entre a mandioca e o aipim. Muito legal. PARABÉNS !

  9. Boa tarde amigos(as) a muito tempo eu fiquei sabendo, confirmei e é vdd a difereca entre a mandioca brava e a mansa, da se pelas folhas, a brava tem as pontas das folhas impar e a mansa tem as pontas pares

  10. Oi Aline, bom dia….
    Você não postou as fotos e as informações sobre a diferença e como conhecer a mandioca e o aipim.

    Estou no aguardo…

    Abraços,

    Edilson.
    Porto Seguro – Bahia.

  11. Aline vc me dizer se é tapioca que usamos pra fazer beiju aqui no Nordeste aquelaque compramos no mercado faz mau comela crua? Porque sou viciada em comer-lá e faço isso várias vezes ao dia. Tento deixar o abito mas não consigo. No meu paladar a tapioca é muita boa pra comer crua. Encho o copo e bastante.

    1. Ana, tudo demais faz mal e a tapioca não deve ser consumida crua. Se você gosta muito dela recomendo que procure um médico e tire essa dúvida pessoalmente. Bjus

  12. Muito interessante seu artigo! Foi bem escrito e informativo na medida certa, sem complicar as explicações.
    Tirou uma dúvida muito grande que temos em meu estado (RJ). Obrigada!

  13. Olá Aline Bispo!
    Gostei muito da matéria. Obrigado! tirou minha dúvida a respeito da diferença da mandioca e do aipim.
    No entanto, ultimamente estou comprando sacas de aipim diretamente na feira central de Salvador, uma forma de driblar a crise. Em fim, comprei uma última saca, porém ao cozinha-lá todos estavam amargos, tiramos a linha de dentro e cozinhamos, foi o que melhorou o amargo. Aí meu irmão ficou na dúvida: “Isso não é mandioca? Devido a seu amargo. ” disse que não, pois estaríamos mortos a essa altura. kkk
    Então a pergunta:
    Será que o amargo do aipim é um problema de onde ele vem, solo, armazenamento etc..?

    1. Fábio, tudo bem? Várias coisas podem influenciar no gosto amargo presente no aipim: saúde do solo, armazenamento, transporte, frescor do alimento. Para evitar o gosto amargo recomendo escolher o aipim mais fresco possível, quanto mais tempo ele fica exposto, mais amargo ele pode ficar. Além disso, ao transportá-lo tome o cuidado de não bater o aipim nas superfícies. Apesar da rigidez, o aipim é como a banana. Quanto mais você amassa, bate, aberta, mais estragada ela vai ficando. Outra dica bacana é deixar o aipim de molho por 1h antes de cozinhar. Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s